FOLIO - Festival Literário Internacional de Óbidos

Realizou-se hoje, 7 de Julho de 2015, pelas 12h00 no emblemático café Martinho da Arcada em Lisboa, a Conferência de Imprensa de apresentação do FOLIO.

FOLIO

Numa sessão coordenada pelo Presidente da Câmara Municipal de Óbidos, Humberto da Silva Marques, e agraciada pela presença de Suas Excelências o Ministro da Cultura da República Federativa do Brasil e o Secretário de Estado da Cultura de Portugal, Jorge Barreto Xavier, foi possível assistir ainda a apresentações do escritor José Eduardo Agualusa e do representante da CCDR da Região Centro (principal entidade patrocinadora do Festival).

Nesta sua primeira edição, o FOLIO prepara-se para receber 50 escritores portugueses e estrangeiros ao longo de dez dias, visando criar uma nova entrada no dicionário para o verbo “literar”. Esta iniciativa, para além de encher Óbidos de livros (levando ainda mais longe o objectivo iniciado pela Ler devagar que apostou na criação de uma Vila Literária), encherá as ruas de Óbidos com iniciativas complementares de música, teatro, performance, cinema, tertúlias, mesas redondas e exposições.

O FOLIO organiza-se nos seguintes “capítulos”, coordenados por Curadores:

  • FOLIO Autores - Curador: José Eduardo Agualusa - visando fazer singrar o verbo “literar”, tem como objectivo tornar Óbidos num local de encontro de escritores, alunos, professores, editores, estudiosos, livreiros e leitores;
  • FOLIO Folia - Curadores: Nuno Artur Silva e Anabela Mota Ribeiro - programa de música, teatro, cinema, exposições, aulas, maratonas de leitura e muitas sessões de conversa fiada, celebrando o triângulo Portugal-África-Brasil, cruzando os seus temas particulares com a literatura;
  • FOLIO Educa - Curadoras: Maria José Vitorino e Teresa Calçada - Educação e hábitos de leitura. Focando a importância da leitura e da literatura no processo de educação das sociedades. Centrado na integração dos futuros leitores e criadores;
  • FOLIO Tech - A nova dimensão da tecnologia obriga a repensar a literatura e os livros. Hoje em dia tiram-se as capas aos livros e leva-se uma estante na carteira. Como fazer com que as livrarias se transformem em locais de peregrinação artística?;
  • FOLIO Paralelo - Um espaço de geometrias improváveis onde editoras, institutos e outros organismos terão espaço para enriquecer a Vila de Óbidos e o FOLIO com uma programação variada de lançamento de livros, sessões de autógrafos, etc.


À semelhança do que tem feito na promoção da iniciativa da Óbidos Vila Literária a Holos, associa-se e apoia esta iniciativa.